(Português do Brasil) HRAC-USP é o primeiro Centro de Liderança em Fissuras Labiopalatinas no Brasil

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil.

Com lançamento, Smile Train visa ampliar o acesso ao tratamento de excelência e a formação e capacitação de profissionais especializados               

A Smile Train anuncia globalmente nesta terça-feira, 13 de julho de 2021, o lançamento dos Centros de Liderança em Fissuras Labiopalatinas, e o Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da Universidade de São Paulo (USP) em Bauru foi escolhido como o primeiro deles no país.

Além do HRAC-USP, no Brasil, também foram estabelecidos Centros de Liderança no México, Chile, Índia, Gana, Vietnã e Filipinas. Este é um dos principais investimentos da Smile Train – maior organização filantrópica internacional de fissura labiopalatina – até o momento, promovendo seu compromisso de melhorar a equidade em saúde global e o acesso a tratamentos de fissura seguros, acessíveis e integrais em todo o mundo.

Segundo a organização, estima-se que cinco bilhões de pessoas em todo o mundo, incluindo muitas com fissuras, não têm acesso a cirurgias e procedimentos de anestesia seguros e acessíveis em suas próprias comunidades.

Recepção de ambulatório/HRAC. Foto: Klaus Aires, Smile Train

Nesse contexto, os Centros de Liderança servirão como núcleos regionais para o tratamento e treinamento profissional em fissuras, fornecendo um modelo de reabilitação integral e centrado na equipe de atendimento que compreende cirurgia, odontologia, fonoaudiologia, suporte nutricional, psicossocial e muito mais.

Equipados com tecnologia de ponta e equipe com alguns dos melhores profissionais de saúde especializados nesta área, os Centros de Liderança serão um modelo para outros centros de tratamento de fissura labiopalatina e garantirão que o mais alto padrão de tratamento de fissuras esteja disponível para todos.

Prof. Carlos F. Santos, superintendente do HRAC-USP e diretor da FOB-USP. Foto: André Boro, HRAC-USP

“Este é certamente um marco histórico na trajetória de pioneirismo e inovação do HRAC-USP. Além de reconhecer a liderança de nossa instituição e a excelência dos serviços que prestamos, a ampliação dessa parceria com a Smile Train possibilitará melhorias em nossa infraestrutura, equipamentos e novas tecnologias, que irão beneficiar diretamente a assistência aos pacientes e as atividades de pesquisa e capacitação em saúde”, destaca o professor Carlos Ferreira dos Santos, superintendente do HRAC-USP e diretor da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB-USP). “É uma honra para a equipe do HRAC-USP poder contribuir com sua expertise para o desenvolvimento contínuo de profissionais altamente qualificados e especializados em todo o Brasil e no exterior”, completa.

Prof. Nivaldo Alonso, chefe da Seção de Cirurgia Craniofacial do HRAC-USP e membro do Conselho Médico Consultivo Global da Smile Train. Foto: André Boro, HRAC-USP

Para o professor Nivaldo Alonso, chefe da Seção de Cirurgia Craniofacial do HRAC-USP, docente da Disciplina de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) e membro do Conselho Médico Consultivo Global da Smile Train, “essa parceria vem colaborar para ampliar ainda mais a oferta de educação continuada e qualificação profissional, de tratamento completo e de qualidade e de disseminação do conhecimento e das melhores práticas para a reabilitação dos pacientes com fissura labiopalatina”.

“O impacto dos Centros de Liderança vai muito além do tratamento da fissura. Eles fortalecerão os sistemas de saúde nesses países e regiões”, afirma a presidente e CEO da Smile Train, Susannah Schaefer. “Eles são uma das muitas maneiras pelas quais a Smile Train, nosso Conselho Médico Consultivo Global, Conselhos Médicos Consultivos locais e nossos parceiros estão liderando o caminho para melhorias sustentáveis ​​nos sistemas de saúde globais para criar um melhor padrão de atendimento e um futuro mais saudável e feliz em todos os lugares onde atuamos”.

“A disparidade global de acesso a sistemas de saúde seguros e de alta qualidade, especialmente o tratamento cirúrgico especializado necessário para tratar as fissuras labiopalatinas, leva a milhões de mortes evitáveis ​​todos os anos”, alerta Larry Hollier, presidente do Conselho Médico Consultivo Global da Smile Train e chefe de cirurgia plástica do Texas Children’s Hospital. “Essa desigualdade se deve, em parte, à falta de acesso aos recursos, equipamentos e treinamento necessários para os profissionais de saúde. Tenho orgulho de fazer parte de uma organização que está comprometida em melhorar o acesso e a capacidade dos tratamentos para fissuras para crianças em todo o mundo”.

Com lançamento inicial em sete países da América Latina, África e Ásia, novos centros serão estabelecidos em breve em outras regiões do globo. Nos próximos cinco anos, a Smile Train prevê a introdução de dez centros adicionais em países de baixa e média renda, expandindo seu modelo sustentável de capacitar profissionais de saúde, treinando-os em suas comunidades para salvar as vidas de indivíduos com fissuras, enquanto constrói sistemas cirúrgicos mais fortes em todo o mundo.

Novos cursos e melhorias
O HRAC-USP é centro parceiro da Smile Train desde 2017 e essa união tem propiciado avanços importantes. Só em 2021, por exemplo, o HRAC-USP passou a ofertar três cursos inéditos: uma Residência Médica em Anestesiologia e duas Práticas Profissionalizantes nas áreas de fissura labiopalatina e cirurgia craniofacial, todos com bolsas de estudo concedidas pela Smile Train e administradas pela Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo (FUSP).

Também neste ano, a parceria viabilizou ainda incremento na atuação de médicos anestesiologistas, especialidade essencial na rotina cirúrgica; modernização de enfermarias, trazendo mais qualidade ao atendimento e maior conforto e acolhimento aos pacientes e acompanhantes; disponibilização de sala cirúrgica com sistema de transmissão em tempo real, recurso que favorece a capacitação e treinamento de alunos e profissionais; criação de um laboratório digital para planejamento virtual de cirurgias, com softwares e recursos em 3D, tecnologias que têm beneficiado a prática cirúrgica e possibilitado melhores resultados; além de manual e diversos workshops on-line voltados a profissionais de todo o país e do exterior, de áreas como nutrição, psicologia e serviço social.

Sobre o HRAC-USP
Fundado em 1967, o HRAC-USP é pioneiro em suas áreas de atuação e referência nacional e internacional no tratamento e pesquisa das anomalias craniofaciais congênitas, síndromes associadas e deficiências auditivas, com assistência disponibilizada via Sistema Único de Saúde (SUS).

Reconhecido como hospital de ensino pelos Ministérios da Saúde e da Educação, o HRAC-USP é também um importante núcleo de geração e difusão do conhecimento e inovações, com programa de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), além de cursos lato sensu e de extensão (residências médicas e multiprofissionais, especializações e práticas profissionalizantes), todos gratuitos.

Nesses 54 anos de atividades, o Hospital registra mais de 122.000 pacientes já atendidos (sendo 52.000 ativos) de todo o Brasil, e já formou cerca de 1.700 mestres, doutores, especialistas e outros profissionais em cursos de extensão universitária. Site: www.hrac.usp.br.

Sobre a Smile Train
A Smile Train capacita profissionais de saúde locais com treinamento, financiamento e recursos para fornecer cirurgia de fissura gratuita e atendimento integral para fissuras em todo o mundo. Promove uma solução sustentável para o tratamento da fissura, melhorando a vida das crianças, incluindo sua capacidade de comer, respirar, falar e se desenvolver.

Em mais de 20 anos, a Smile Train já apoiou o tratamento de fissuras com segurança e alta qualidade para mais de 1,5 milhão de crianças em todo o mundo. Para saber mais sobre como a abordagem da Smile Train implica em um impacto de imediato e de longo prazo, visite www.smiletrainbrasil.com.

 

(Com informações da Smile Train. Imagem de capa: Fachada do HRAC-USP. Foto: Klaus Aires, Smile Train)

Assessoria de Imprensa HRAC-USP

Assessoria de Imprensa HRAC-USP