Uma reforma especial

Fabio com os filhos Aline (8), Isabella (21) e Fabio Filho (17). Foto: Arquivo pessoal

Pai de paciente com fissura labial atendido no HRAC-USP, engenheiro relata satisfação de ser responsável por obra de melhoria das enfermarias de pós-operatório do Hospital

Com 26 anos de atuação na área da construção civil – 21 como construtor, com formação técnica, e cinco como engenheiro civil –, esta não é apenas “mais uma” obra que Fabio Gomes de Camargo, 44, está à frente.

Segundo ele, esta traz um sentimento diferente, afinal, é a reforma de enfermarias de pós-operatório do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da USP em Bauru, local em que seu filho, o bauruense Fabio Gomes de Camargo Filho, 17, nascido com fissura labial, faz tratamento desde um mês de vida.

“Ali é onde o paciente vai para a recuperação após a cirurgia, ainda anestesiado. Ali ele acorda, recebe os cuidados das enfermeiras e técnicas. É um trabalho magnífico de toda a equipe. Meu sentimento é de gratidão, de satisfação enorme, por saber que estamos melhorando um lugar em que meu filho foi muito bem atendido. Sou apaixonado pelo que faço, é a profissão que escolhi. Mas ali é especial, já dormi nessas enfermarias com meu filho”, relata o engenheiro.

Fabio Filho em enfermaria de pós-operatório do HRAC-USP em 2021, local onde o pai é responsável por obra de reforma atualmente. Foto: Arquivo pessoal

Há um ano, em abril de 2021, o jovem passou por cirurgia de reconstrução labial e rinosseptoplastia, com ganhos funcionais – melhor respiração – e na estética facial. Atualmente no terceiro ano do ensino médio, o jovem deseja cursar Engenharia Elétrica em universidade pública e seguir carreira na área.

“O Centrinho me ajuda praticamente desde que nasci. Faz mais de 17 anos que realizo tratamento em todas as áreas, mas tem duas específicas que me trouxeram uma melhora significativa na qualidade de vida, a Odontologia e a Otorrino[laringologia], pois eu tinha vários problemas de respiração que foram resolvidos graças ao Centrinho”, destaca Fabio Filho.

Quanto ao sentimento sobre a coincidência do pai estar responsável pela obra de reforma das enfermarias de pós-operatório do HRAC-USP, o jovem ressalta: “de alguma forma, ele está devolvendo um pouco do que o Centrinho fez por mim”.

 

(Imagem de capa: O engenheiro civil Fabio Gomes de Camargo, pai do paciente Fabio Gomes de Camargo Filho. Foto: Tiago Rodella / HRAC-USP)

Assessoria de Imprensa HRAC-USP

Assessoria de Imprensa HRAC-USP