(Português do Brasil) USP-Bauru implanta Serviço de Urologia

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

Instalado no sétimo andar do futuro Hospital das Clínicas, o Ambulatório de Educação em Saúde do Homem – Serviço de Urologia servirá de campo para formação, pesquisa e extensão dos estudantes de Medicina da FOB-USP e atenderá inicialmente pacientes do HRAC-USP

Os professores Luiz F. Ferraz, Rodrigo Oliveira, Aguinaldo Nardi e Carlos Santos. Foto: Camila Medina, FOB-USP

A USP-Bauru acaba de implantar o Ambulatório de Educação em Saúde do Homem – Serviço de Urologia, em uma parceria entre o Curso de Medicina da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB-USP) e o Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho-USP).

Instalado no sétimo andar do futuro Hospital das Clínicas, o Serviço servirá de campo para formação, pesquisa e extensão dos estudantes de Medicina da FOB-USP e atenderá inicialmente pacientes do HRAC-USP.

Nesta quinta-feira, 16/09/2021, uma breve cerimônia marcou a implantação do Serviço, limitada a poucos convidados em razão da pandemia, com a participação de dirigentes, professores e servidores da FOB-USP e HRAC-USP e alunos de Medicina da FOB-USP.

“Hoje temos mais um dia histórico para a FOB e para o HRAC, que se juntam para ajudar mais uma necessidade do nosso Curso de Medicina. Temos aqui um sonhador, o professor Aguinaldo Nardi, um dos primeiros médicos da cidade que abraçou esse projeto do Curso de Medicina e que está aqui conosco, na coordenação desse Ambulatório de Educação em Saúde do Homem, com Serviço de Urologia para os pacientes do HRAC. Essa ideia do professor Nardi considerou, em primeiro lugar, o aprendizado dos estudantes, e, obviamente, os pacientes que também serão beneficiados. E o Serviço de Urologia vai além desse espaço do Ambulatório, é um projeto maior, que envolverá também cirurgias e o acompanhamento dos alunos dentro do centro cirúrgico. Estudantes, aproveitem bastante porque será bem profícua essa atividade para vocês. Não é qualquer Curso de Medicina que tem o privilégio de ter um ex-presidente da Sociedade Brasileira de Urologia, um professor de projeção internacional e que muito tem a ensinar. Vocês só têm a ganhar e os nossos pacientes mais ainda”, destacou o professor Carlos Ferreira dos Santos, diretor da FOB-USP e superintendente do HRAC-USP.

“Professor Nardi, nós agradecemos por essa disposição do senhor. Quero também agradecer à Dra. Cleide Carrara, nossa superintendente substituta – que dá todo o apoio para essas demandas que nos chegam e é minha parceira aqui todos os dias, sempre muito atenciosa e presente –, e aos demais professores do Curso de Medicina”, completou.

Para o coordenador do Curso de Medicina da FOB-USP, professor Luiz Fernando Ferraz da Silva, “é um grande privilégio presenciar esse momento, que representa mais uma atividade dos nossos alunos dentro da estrutura do HRAC e, de forma ainda mais simbólica, dentro do prédio do nosso Hospital das Clínicas. Gostaria de agradecer muito o apoio da Superintendência do HRAC, na pessoa do professor Carlos e da Dra. Cleide, e também o professor Nardi, na mobilização por essa atividade, que faz com que a gente consiga ir ocupando esse espaço para aquilo que ele foi idealizado, que é o ensino dos nossos alunos. Isso é emblemático não só pelas atividades de ensino que serão feitas aqui, mas pelo o que isso representa para o HRAC, para a Universidade de São Paulo, e, mais especificamente, para o nosso Curso de Medicina da FOB”. Ferraz complementou ainda que as atividades desse Ambulatório vão estar na grade dos estudantes de graduação do quarto ano, inicialmente, e depois do terceiro ano.

Já o coordenador do Serviço de Urologia e docente do Curso de Medicina da FOB-USP, professor Aguinaldo Nardi, explicou que “o Serviço terá um caráter educacional muito importante. Vamos atender inicialmente os pacientes do HRAC, com dois dias de ambulatório. Um dia em que vamos fazer o projeto de educação e prevenção aos agravos da saúde do homem, e o outro dia atender crianças com doenças congênitas que tenham envolvimento também do trato geniturinário. Esse ambulatório também servirá para início de pesquisas, projetos e protocolos que vamos passar a desenvolver aqui na instituição. Para os alunos, será uma experiência muito importante, porque vamos poder discutir com eles a anamnese, exame físico, as doenças urológicas, os aspectos etiológicos e fisiopatológicos, e com certeza será uma área de grande aprendizado para eles. Além disso, a Urologia tem muitas interfaces, com várias outras especialidades, entre elas a Cardiologia, a Endocrinologia e a Pneumologia, em que também serão realizados protocolos em conjunto”.

“Falando em prédio, gostaria de parafrasear o Papa João Paulo II, quando ele reinaugurou a Notre-Dame [na década de 1980]. Ele falou que o templo não existiria sem os homens. Então, o prédio não é nada, porque se os homens não tivessem construído, não haveria o prédio. O templo verdadeiro é o homem, e é isso que a gente deve ter em mente para poder construir algo bom, para poder construir uma área de ensino, de pesquisa e de extensão. Espero que todos aproveitem muito esse espaço. Falando em homens, queria fazer uma lembrança do nosso querido José Alberto de Souza Freitas, o Tio Gastão [ex-superintendente do HRAC-USP e docente aposentado da FOB-USP], e de todos aqueles que durante esse período todo lutaram e lutam ainda para a construção desse templo. E agradeço em especial ao professor Carlos Santos, à Dra. Cleide Carrara, ao professor Luiz Fernando Ferraz, ao professor Rodrigo Oliveira e a todos os outros professores e servidores que têm ajudado a gente a construir esse momento. Essa oportunidade da convivência fraterna que nós temos aqui entre a Direção da Faculdade, os nossos professores, os nossos alunos e servidores, isso só enriquece a cada um de nós. Eu me sinto honrado de estar aqui neste momento e agradeço muitíssimo a todos que me apoiaram”, ressaltou Nardi.

“Gostaria de manifestar minha alegria por esse momento tão significativo e desejar sucesso a essa iniciativa. Gostaria de agradecer o empenho do professor Carlos, da Dra. Cleide, do professor Luiz Fernando Ferraz e do professor Nardi, além da ajuda dos nossos servidores que têm colaborado muito com esse processo. E também parabenizar os alunos por essa importante oportunidade”, finalizou o professor Rodrigo Cardoso de Oliveira, vice-coordenador do Curso de Medicina da FOB-USP.

Composto, a princípio, por dois consultórios e sala de reuniões e estudos, as atividades no Serviço de Urologia iniciam com atendimentos ambulatoriais de pacientes do HRAC-USP às quartas e quintas-feiras. Os pacientes serão encaminhados pelos profissionais do próprio HRAC-USP.

 

Professores Rafael C. Ribeiro, Adriano Yacubian Fernandes, Deborah M. C. Rosa, Plínio Barros, Luiz Fernando Lourençone, Aguinaldo Nardi, Rodrigo Oliveira, Luiz F. Ferraz, Carlos Santos e Dra. Cleide Carrara. Foto: Camila Medina, FOB-USP
Professor Aguinaldo Nardi (ao centro) com os estudantes do Curso de Medicina da FOB-USP João Carlos Leite da Cruz e Paulo Rubens Marques Junior. Foto: Camila Medina, FOB-USP
Professores Luiz F. Ferraz, Rodrigo Oliveira, Aguinaldo Nardi e Carlos Santos. Foto: Tiago Rodella, HRAC-USP
Professores Carlos Santos, Luiz F. Ferraz, Rodrigo Oliveira e Aguinaldo Nardi. Foto: Tiago Rodella, HRAC-USP

Assessoria de Imprensa HRAC-USP

Assessoria de Imprensa HRAC-USP