Pós-Doutoramento

O Pós-Doutorado na USP (ver mais) é um programa de pesquisa, realizado nas Unidades, Órgãos de Integração e Órgãos Complementares, por portadores de título de doutor, com o objetivo de melhorar o nível de excelência científica da Universidade (fonte: site da PRP-USP). No HRAC-USP o programa teve início em 2008. A inscrição no Programa de Pós-Doutorado, da Pró-Reitoria de Pesquisa, deve ser feita na Comissão de Pesquisa da Unidade em que o trabalho será desenvolvido.

Informações e orientações gerais (ver mais)

O Programa de Pós-Doutoramento tem fluxo contínuo, e pode ser realizado nas modalidades SEM BOLSA ou COM BOLSA (quando já aprovado pelo órgão de fomento externo).

Antes de dar início ao envio da documentação, o interessado deve tomar ciência das normas gerais da USP.

Os projetos aprovados até 3 de outubro de 2017 obedecem ao disposto na Resolução 5868, de 23 de setembro de 2010.

 Os projetos aprovados a partir de 4 de outubro de 2017 obedecem ao disposto na Resolução CoPq Nº 7406, de 03 de outubro de 2017. Chamamos a atenção para as principais mudanças (Artigos 2o, 4o e 7o):

– O candidato ao Programa deve possuir título de Doutor de qualquer instituição, nacional ou estrangeira, obtido há no máximo 7 anos;

– Docentes e funcionários, poderão participar desde que em Unidade diferente a que estiver vinculado e afastado de sua função;

– É necessário cumprir carga mínima de 960 horas para concluir o programa, sendo o período máximo de vinculação do pós-doutorando com o mesmo Plano de Trabalho é de 5 anos (Resolução CoPq 7406/2017 Artigo 16 § 2º).

A documentação deve ser encaminhada para análise da Comissão de Pesquisa do HRAC-USP, com antecedência de 20 (vinte) dias da data da reunião.

As atividades poderão ser desenvolvidas em tempo integral ou parcial, dependendo da modalidade, com dedicação de no mínimo 20 horas semanais a atividades presenciais no HRAC-USP.

A documentação deve ser encaminhada para análise da Comissão de Pesquisa do HRAC-USP, com antecedência de 20 (vinte) dias da data da reunião

As atividades poderão ser desenvolvidas em tempo integral ou parcial, dependendo da modalidade, com dedicação de no mínimo 20 horas semanais a atividades presenciais no HRAC-USP.

A finalização do programa no HRAC-USP e solicitação do certificado de conclusão, está condicionada à entrega e análise do relatório final das atividades desenvolvidas, conforme checklist da Comissão de Pesquisa do HRAC-USP, incluindo a apresentação de pelo menos um protocolo de submissão de um artigo científico oriundo do projeto de Pós-Doutoramento, para publicação. No caso de projetos desenvolvidos com envolvimento direto ou indireto de seres humanos ou envolvimento direto de animais, devem ser apresentados ainda, a aprovação do projeto e o protocolo de submissão do relatório final ao CEP ou à CEEPA.

A finalização do programa no HRAC-USP e solicitação do certificado de conclusão, está condicionada à entrega e análise do relatório final das atividades desenvolvidas,  conforme checklist da Comissão de Pesquisa do HRAC-USP, incluindo a apresentação de pelo menos um protocolo de submissão de um artigo científico oriundo do projeto de Pós-Doutoramento, para publicação. No caso de projetos desenvolvidos com envolvimento direto ou indireto de seres humanos ou envolvimento direto de animais, devem ser apresentados ainda, a aprovação do projeto e o protocolo de submissão do relatório final ao CEP ou à CEEPA.

Modalidades de Pós-doutorado

São admitidas as seguintes modalidades de pós-doutorado.

1) Sem vínculo empregatício (com bolsa de agências de fomento);
2) Com vínculo empregatício, com afastamento, remunerado ou não, de suas funções na instituição de origem (sem bolsa) e sem remuneração (com bolsas de agências de fomento);
3) Com ou sem vínculo empregatício, com financiamento próprio (sem bolsa).

Prazos

O estágio poderá ser concluído em até 5 (cinco) anos. O cadastramento inicial deverá prever duração máxima de 2 (dois) anos, podendo haver prorrogações, a critério dos Departamentos. Caberá aos Departamentos a verificação da presença dos pós-doutorandos e do cumprimento dos compromissos assumidos no Plano de Atividades Institucionais.

No caso de bolsa Institucional, esta terá a duração máxima de até 2 anos;

Pedidos de Encerramento – Novas Regras: leia a resolução atentamente

É preciso apresentar a documentação impressa – pode ser frente e verso – e enviar para o e-mail scapesq@usp.br.

Toda documentação deve seguir com carta de encaminhamento do supervisor.

Nos programas desenvolvidos sem bolsa, a Comissão de Pesquisa emite um parecer de mérito para emissão do certificado de conclusão do programa.

Pedidos de Cancelamento

Os pedidos de cancelamentos podem ser solicitados por escrito a qualquer instante pelo Pós-Doutorando, com a carta de anuência do supervisor responsável.

Nestes casos, independente do tempo de duração do programa, não será emitido certificado de conclusão do programa.

Outras Informações

Para aquisição do Cartão USP, é necessário o envio de uma foto 3×4 no formato JPG de, no máximo, 50kb para scapesq@usp.br.

Informações e orientações gerais (clique para fechar)

Formulários e documentos (ver mais)

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES:

• Não grampear, não colocar clipes, nem encadernar a documentação que será entregue.

• A inscrição no Programa deve ser realizada na Seção de Apoio à Pesquisa, atendendo aos requisitos da Resolução CoPq 7406 de 03/10/2017(ver mais).

RESOLUÇÃO CoPq 7406 de 03/10/2017 (download)

Lista de Supervisores (download)

Lista de Supervisores (ver mais)

Formulários: Cadastramento (ver mais)

Formulários: Prorrogação (ver mais)

Formulários: Conclusão (ver mais)

Formulários e documentos (clique para fechar)

Resoluções, Portarias, dúvidas e orientações (ver mais)

Projetos e Vigências (ver mais)

A tabela e os gráficos abaixo indicam o panorama do programa no período 2008 a 2017:

Título Pós-Doutorando Supervisor Vigência do Projeto Fomento
Análise tridimensional das fissuras raras da face e sua associação com o aspecto clínico facial Priscila Padilha Moura Daniela Gamba Garib Carreira Início em: 05/05/2017
Término em: 05/05/2018

Prorrogação 1
Início em: 06/05/2018
Final em: 21/09/2019

Bolsa fornecida por agência de fomento à pesquisa/CAPES

Ativo
A palatoplastia secundária de Sommerlad como tratamento cirúrgico da insuficiência velofarínge Carlos Eduardo Bertier Inge Elly Kiemle Trindade Início em: 23/03/2017
Término em: 22/02/2019
Sem bolsa

Ativo

Influência do estímulo de fala e do nível de experiência do avaliador na identificação da hipernasalidade Viviane Cristina de Castro Marino Maria Ines Pegoraro Krook Início em: 01/04/2017
Término em: 31/07/2018
Sem bolsa

Ativo

Extensão do velar e profundidade da nasofaringe em indivíduos com e sem disfunção velofaríngea após o reparo primário da fissura transforame unilateral completa: um estudo comparativo María Alicia Denegri Jeniffer de Cassia Rillo Dutka Início em: 10/03/2017
Término em: 26/08/2018
Sem bolsa

Ativo

Desenvolvimento de um portal para análise da fala por avaliadores múltiplos Elvio Gilberto da Silva Jeniffer de Cassia Rillo Dutka Início em: 22/09/2016
Final em: 21/09/2017

Prorrogação 1
Início em: 22/09/2017
Final em: 21/09/2018

Sem bolsa

Ativo

Avaliação das vias aéreas superiores e do fluxo aéreo de pacientes com fissura labiopalatina por meio da técnica de dinâmica de fluídos computacional Marília Sayako Yatabe Ioshida Ivy Kiemle Trindade Suedam Início em: 17/05/2016
Final em: 31/07/2017
Bolsa fornecida por agência de fomento à pesquisa/CAPES

Concluído
Relação entre otite média com efusão e análise molecular dos níveis de microorganismos do biofilme dentário e saliva de crianças com fissura labiopalatina Agnes de Fatima Faustino Pereira Thais Marchini de Oliveira Valarelli Início em: 11/08/2015
Final em: 01/10/2016
Bolsa fornecida por agência de fomento à pesquisa/CAPES

Cancelado

Nasalância em falantes do português brasileiro Ana Claudia Martins Sampaio Teixeira Inge Elly Kiemle Trindade Início em: 26/11/2014
Final em: 25/11/2015

Prorrogação 1
Início em: 26/11/2015
Final em: 25/11/2016
Prorrogação 2
Início em: 26/11/2016
Término em: 25/05/2017
Prorrogação 3
Início em: 26/05/2017
Término em: 30/09/2017

Sem bolsa

Concluído

Validação da bateria de avaliação de competências iniciais para a leitura escrita Rafael Antonio Silva Pereira Maria de Lourdes Merighi Tabaquim Início em: 25/09/2014
Final em: 24/09/2015

Prorrogação
Início em: 25/09/2015
Final em: 02/08/2016

Sem bolsa

Concluído

Influência dos defeitos do esmalte dentário nos diferentes métodos de diagnóstico de cárie dentária em crianças com fissura labiopalatina Tatiana Yuriko Kobayashi Thais Marchini de Oliveira Valarelli Início em: 01/12/2013
Final em: 01/08/2014

Prorrogação
Início em: 31/07/2014
Final em: 30/11/2015

Bolsa fornecida por agência de fomento à pesquisa/CAPES

Prorrogação
Sem bolsa

Concluído

Desordens respiratórias do sono em adultos com fissura de palato: efeito da idade Eliete Janaina Bueno Bighetti Inge Elly Kiemle Trindade Início em: 27/11/2013
Final em: 26/11/2014

Prorrogação
Início em: 27/11/2014
Final em: 26/11/2015

Prorrogação
Início em: 27/11/2015
Final em: 26/05/2016

Sem bolsa

Concluído

Mensurações lineares mandibulares, de deiscências e de tábuas ósseas em imagens obtidas no tomógrafo Prexion 3D – precisão, acurácia e análise qualitativa Maria Helena Ferreira Vasconcelos Daniela Gamba Garib Carreira Início em: 25/04/2013
Final em: 31/07/2014
Sem bolsa

Concluído

Análise molecular em indivíduos brasileiros com síndrome de Opitz G/BBB Rodrigo Gonçalves Quiezi Luciana Paula Maximino Início em: 25/04/2013 
Final em: 31/07/2014
Sem bolsa

Concluído

Análise crítica sistemática da qualidade do tratamento cirúrgico-odontológico oferecido a indivíduos com fissura labiopalatina: estudo prospectivo longitudinal dos resultados das cirurgias de enxerto ósseo alveolar por meio de tomografia computadorizada Adriana Maria Calvo Inge Elly Kiemle Trindade Início em: 04/11/2010
Final em: 04/09/2012
Bolsa fornecida por agência de fomento à pesquisa

Concluído

Análise crítica sistemática da qualidade do tratamento cirúrgico-odontológico oferecido a indivíduos com fissura labiopalatina: estudo prospectivo longitudinal dos resultados das cirurgias de enxerto ósseo alveolar por meio de tomografia computadorizada Ivy Kiemle Trindade Suedam Leopoldino Capelozza Filho Início em: 01/11/2008
Final em: 30/06/2010
Bolsa fornecida por agência de fomento à pesquisa

Concluído

Projetos e Vigências (clique para fechar)