Reconhecimento: HRAC-USP recebe Prêmio Direitos Humanos 2019

Concedido pela OAB-Bauru, prêmio visa homenagear pessoa física e jurídica que tenham se destacado na defesa dos direitos humanos             

O Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da USP foi eleito, neste ano de 2019, para receber o Troféu Direitos Humanos – Dr. Gastão de Moura Maia Filho, concedido pela 21ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), de Bauru.

Criado em 2007, por iniciativa da Comissão de Direitos Humanos da OAB-Bauru, o Prêmio Direitos Humanos visa homenagear pessoa física e jurídica que tenham se destacado na defesa dos direitos humanos.

Em 2012, o professor José Alberto de Souza Freitas (Tio Gastão) – um dos sete fundadores e grande idealizador do HRAC-USP – recebeu o Prêmio Direitos Humanos da OAB-Bauru na categoria Pessoa Física.

Solenidade
A cerimônia de entrega do Prêmio Direitos Humanos 2019 será realizada no dia 10 de dezembro, terça-feira, às 19h, no Auditório da Casa da Advocacia de Bauru (Sede da OAB-Bauru), localizada na Av. Nações Unidas, 30-30.

O professor Carlos Ferreira dos Santos, superintendente do HRAC-USP e diretor da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB-USP), representará o Hospital na solenidade.

A instituição
Com 52 anos de atuação, o HRAC-USP é referência nacional e internacional na pesquisa e reabilitação das anomalias craniofaciais congênitas (especialmente a fissura labiopalatina), síndromes associadas e deficiência auditiva.

O trabalho interdisciplinar de sua equipe, o processo de reabilitação integral (com vistas à completa inserção do paciente na sociedade) e a humanização no atendimento são características que desde a origem marcaram a atuação do Hospital e se destacam até os dias atuais.

Com assistência disponibilizada via Sistema Único de Saúde (SUS), o HRAC-USP registra mais de 115.000 pacientes matriculados, vindos de todos os Estados do país.