Enfermagem do HRAC-USP compartilha experiência e protocolos no Maranhão

A convite da Smile Train, a enfermeira Maila Garcia ministrou capacitação para equipe de Enfermagem de hospital referência para fissura no Estado

O Serviço de Enfermagem do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da USP compartilhou sua experiência e protocolos no Maranhão.

De 30 de setembro a 04 de outubro de 2019, a convite da Smile Train – instituição filantrópica internacional parceira do Centrinho – a enfermeira Maila Meryellen Ferreira Garcia Manso, chefe da Seção de Internação do HRAC-USP, participou da 2ª Semana Pan-Americana de Fissura Labiopalatina na capital maranhense, São Luís.

A enfermeira Maila Garcia (quinta, em pé, a partir da direita). Foto: ONG Céu da Boca

A profissional do Centrinho ministrou capacitação para a equipe de Enfermagem do Hospital Infantil Dr. Juvêncio Mattos, referência para fissura labiopalatina no Estado.

O treinamento abordou tópicos como orientações à gestante, cuidados de Enfermagem com a alimentação, recém-nascido com fissura labiopalatina, pré e pós-operatório, orientações sobre intercorrências, assistência familiar, além de classificação das fissuras e os protocolos de programação cirúrgica do HRAC-USP.

Foto: ONG Céu da Boca

Preceptora do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde: Síndromes e Anomalias Craniofaciais do Centrinho, Maila Garcia Manso também foi palestrante no 1º Workshop Multidisciplinar de Anomalias Craniofaciais, realizado no Centro Universitário UNDB, em São Luís, onde ministrou curso sobre as técnicas de cuidado com sonda, traqueostomia, gastrostomia e alimentação do bebê com fissura.

“Foi uma experiência muito gratificante. Observei que o carinho das pessoas quando falamos que somos do HRAC é mágico. Durante o evento, recebi a visita de três pacientes de nossa instituição que foram até lá só para dizer com orgulho que são pacientes do Centrinho”, conta a enfermeira.

“A admiração dos profissionais das diversas áreas pelo trabalho desenvolvido na nossa instituição também é incrível. Ressaltam que a humanização e o preparo da nossa equipe para o atendimento e a reabilitação são ímpares. Quanto ao trabalho da Enfermagem, o acolhimento e a qualificação para o cuidado são características que se destacam”, finaliza.