Começam as atividades no Núcleo de Educação e Capacitação em Saúde

Estudantes do curso de Medicina da USP-Bauru desenvolverão, nesse primeiro momento, habilidades e competências em primeiros socorros     

Os estudantes do curso de Medicina da USP-Bauru irão desenvolver, pela primeira vez, atividades no Núcleo de Educação e Capacitação em Saúde (NECS), instalado no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho-USP), no prédio da antiga UEP.

A abertura das atividades será realizada nesta quarta-feira, 06 de junho, às 8h, e contará com a participação dos professores Carlos Ferreira dos Santos, diretor da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB-USP); Gerson Alves Pereira Júnior, vice-presidente da Comissão de Implantação do Curso de Medicina do Campus USP-Bauru; e Alessandra Mazzo, docente da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP-USP) e do curso de Medicina da USP-Bauru; além de docentes, servidores e estudantes do campus.

O Núcleo conta com toda a ambientação para simulação clínica, e será muito importante para antecipar e treinar as atividades que os estudantes irão realizar nos diversos serviços de saúde. “Serão treinadas várias habilidades e competências dos estudantes de Medicina dentro do laboratório (in vitro), num ambiente simulado bem próximo à realidade, para que possam executar bem as atividades práticas nos serviços de saúde (in vivo). Nesse primeiro momento, serão desenvolvidos contextos e práticas relacionados aos primeiros socorros. Como são estudantes do primeiro ano, ainda não irão realizar procedimentos invasivos, e sim aprender a fazer o reconhecimento de uma situação de urgência, o primeiro atendimento, a chamada por ajuda, e o acesso à Rede de Atenção às Urgências”, explica a professora Alessandra Mazzo, que é uma das coordenadoras do NECS.

De acordo com a professora, essas primeiras atividades serão realizadas com pacientes simulados – normalmente estudantes de outra área capacitados para tal atividade –, devidamente caracterizados, com feridas, secreção, inclusive cheiro. A atividade faz parte do módulo Primeiros Socorros, que integra o ambiente de ensino Habilidades e Simulação (nas metodologias ativas de aprendizagem, em que se baseiam o currículo do curso de Medicina da USP-Bauru, existem ambientes de ensino longitudinais integrados e não disciplinas). A partir de agora, as atividades do ambiente de ensino Habilidades e Simulação – que tem como docentes responsáveis Alessandra Mazzo e Gerson Alves Pereira Júnior – serão desenvolvidas integralmente no NECS.

A professora Alessandra Mazzo pontua que o NECS é composto por grandes salas onde são trabalhadas as habilidades, a prática dos procedimentos, como punções, curativos, suturas ou a administração de medicamento, por exemplo. Também existem salas voltadas para a simulação avançada, consultórios e enfermarias para capacitação de atividades práticas que serão aplicadas dentro de um contexto, como uma unidade de saúde, unidade de pronto atendimento ou hospital, dependendo da situação a ser aprendida. “Divide-se, portanto, em ambientes para treino de habilidades e para desenvolvimento de cenários simulados”, ressalta.

Segundo a professora, a partir do segundo semestre de 2018, o NECS também poderá ser utilizado pelos estudantes de Odontologia e Fonoaudiologia da FOB, residentes e profissionais do HRAC e também da rede municipal e estadual de saúde de Bauru. “O planejamento de capacitações específicas será realizado em conjunto entre o curso de Medicina da USP e a rede pública de saúde, de acordo com as necessidades locais. Essa é uma contrapartida da USP para potencializar e aprimorar a atenção em saúde em Bauru e região”, conclui.