HRAC/Centrinho-USP comemora 50 anos

Solenidade comemorativa será realizada na sexta-feira, dia 23 de junho, às 14h30,
com homenagens e apresentação da Banda Sinfônica Municipal

O Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da USP completa, no dia 24 de junho, 50 anos de fundação. Para comemorar a data, na próxima sexta-feira, 23 de junho, será realizada uma solenidade especial.

O evento começa às 14h30, no Saguão de Entrada da Unidade 2 do HRAC, e contará com a participação de dirigentes e comunidade do campus USP-Bauru, autoridades e convidados.

Na solenidade, estão programadas homenagens e apresentação da Banda Sinfônica Municipal de Bauru.

“Convidamos todos os servidores aposentados, que fizeram parte dessa história e ajudaram a construir a trajetória do HRAC, para prestigiar o evento e comemorar conosco este marco tão especial”, salienta a professora Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, superintendente do Hospital e diretora da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB).

A instituição
Instituição pública de prestação de serviços, ensino e pesquisa, o HRAC-USP foi fundado em 24 de junho de 1967, a partir de um estudo realizado por sete professores da FOB-USP, para oferecer tratamento a pessoas com malformação craniofacial – especialmente a fissura labiopalatina – e síndromes associadas.

A partir da década de 1980, passou a atuar também na área da saúde auditiva, sendo pioneiro no país no tratamento cirúrgico com implante coclear (desde 1990), com mais de 1.600 cirurgias já realizadas nessa área. Com foco na completa reabilitação e no cuidado humanizado ao paciente, o HRAC oferece atendimento 100% via Sistema Único de Saúde (SUS). Hoje são mais de 106.000 pacientes já matriculados (sendo 62.000 em tratamento).

Reconhecido como hospital de ensino pelos Ministérios da Saúde e da Educação, é um importante núcleo de geração e difusão do conhecimento, inovações e protocolos de tratamento. Isso é possível por meio de programas de ensino e da atuação em pesquisa, inclusive por meio de convênios com renomadas instituições do exterior e financiamento de órgãos de fomento nacionais e internacionais.

Atualmente são oferecidos 15 cursos de pós-graduação stricto sensulato sensu e de extensão, todos gratuitos, com cerca de 220 alunos matriculados. Desde 1995, quando tiveram início os programas de ensino do Hospital, mais de 1.300 mestres, doutores e especialistas do Brasil e estrangeiros já foram titulados. A excelência da instituição é reconhecida também por diversos prêmios e certificações nacionais e internacionais.