(Português do Brasil) Saúde

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese.

 

ATENÇÃO! O HRAC/Centrinho-USP informa:

MEDIDAS PREVENTIVAS CORONAVÍRUS (COVID-19):

Com o objetivo de reduzir a transmissão do novo coronavírus (COVID-19) e garantir a segurança dos pacientes, estudantes e servidores, a Superintendência do HRAC-USP informa que estão suspensas as cirurgias eletivas que estavam marcadas até o dia 31/08/2020, assim como os atendimentos ambulatoriais.

A Superintendência orienta os pacientes e familiares a não virem para Bauru e aproveita para tranquilizar a todos. Os atendimentos marcados serão reagendados e ninguém perderá vaga. Essa é uma medida preventiva para diminuir a circulação de pessoas e evitar aglomerações.  

A Superintendência do HRAC-USP esclarece ainda que os casos de anomalias craniofaciais que necessitarem de internação hospitalar para tratamento especializado serão atendidos.  

Para o esclarecimento de dúvidas específicas relacionadas a agendamento, entrar em contato pelo e-mail spp@usp.br ou telefone (14) 3235-8000. Veja o comunicado na íntegra neste link.

Para mais informações e orientações sobre o coronavírus, acesse: http://saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/ e http://coronavirus.usp.br/

 


O HRAC-USP é um hospital especializado na reabilitação de pessoas com fissuras labiopalatinas, anomalias congênitas do crânio e da face, síndromes associadas a essas malformações e distúrbios da audição.  
Sua capacidade total é dedicada aos usuários do SUS. 

Por se tratar de uma instituição especializada no tratamento de patologias específicas, o HRAC se mantém em constante busca pelo melhor e mais completo atendimento aos seus pacientes. A qualidade do serviço prestado é mantida e aperfeiçoada por meio de protocolos de atendimento em cada área, bem como pela atuação em consonância com diversas comissões, grupos de estudo e a garantia de uma política de pesquisa viva e atuante. O caráter multidisciplinar e a filosofia de tratamento integrado são os diferenciais da instituição, que também desenvolve programas sociais de acolhimento e humanização hospitalar, durante a permanência do paciente. 

O Hospital ainda atende uma parte da demanda local da rede básica de saúde por meio de agenda do Departamento Regional de Saúde VI (DRS-VI), dentro de seu programa de residência em otorrinolaringologia e de acordo com a capacidade instalada do Hospital. 

 

Consulte nosso manual de “Etapas e Condutas Terapêuticas” (ed. fevereiro/2018). (ver mais)